10 Passos (e Preços) Pra Abrir Sua Própria Loja Virtual

Confira As Novidades E A Agenda De Eventos De "Turismo" Nesta Semana


Meninos e garotas, eu vi! Eu vi Ekena cantando. É preciso vê-la, ouvi-la, vivê-la. Ekena é uma cantora legal. É um instante de amor em tempos de ódio. http://sitecomgame9.diowebhost.com/11426486/aprenda-a-fazer-bolo-e-p-o-de-pinh-o a matéria sobre o assunto ela. E mais: tem uma semana cheia de eventos culturais legais nas quebradas da cidade. Encontre o guia de vídeos, peças e saraus no agendão, cuja programação é todos os dias atualizada (diante da quantidade de focos que se impõem, a prometida matéria sobre isto as outras editoras foi adiada.


Tem Etel Frota e Paula Valéria lançando livro. Tem Deise Capelozza fazendo show no Brazileria. Tem as ótimas cantoras do ‘Março-Mulher’, no Teatro da Rotina. Tem o Supersarau de Silvia Maria pela Carauari. Tem ‘Trupe’, novo espetáculo da Focus. Tem Anná cantando Ivone Lara. Tem muito porquê pra alegria. Mas… por mim, o cenário era somente e tão somente ‘quem matou Marielle?




’. Pelo andar arrastado das investigações, temo que seu assassinato não seja esclarecido. Impunidade que não me surpreende. Afinal, o Brasil é o quarto pior estado do universo para que pessoas defende os óbvios e tão controversos (pode?) direitos humanos (só ‘perdemos’ para Colômbia, Filipinas e México). Por esse velho Brasilzão verde-e-amarelo, um ativista que batalha pelo desempenho dos direitos humanos é falecido a cada cinco dias (cinquenta e seis mortos em 2015, sessenta e seis em 2016 - detalhes da OEA).


Por outro lado, segundo ‘O Globo’ (20 de março), a mobilização contra notícias falsas espalhadas nas mídias sociais pretende punir juridicamente os responsáveis e neste momento contabilizava 16 1000 e-mails (pela terça-feira) reunindo provas contra grupos que disseminam essas fakenews. http://dicasdigitalmkt44.blog5.net/14869781/5-maneiras-acess-vel-de-receber-dinheiro-com-o-youtube , especialista ouvido pelo jornal, diz: ‘grupos radicais de direita são os maiores propagadores destas (não) ‘notícias’.


E finaliza, tristemente, relatando a pusilanimidade e a condescendência do Twitter e do Facebook que não tomaram providências pra retirar de seus domínios as manifestações de ódio e as calúnias contra Marielle. http://all4webs.com/netparacontroledepeso9/laexcolfyb026.htm esses criminosos, assim como estarão sujeitos às mesmas punições. Se toca, Mark Zuckerberg! Silvia Maria Ribeiro se define dessa forma: “fonoaudióloga de formação, humanista por vocação, poeta em construção. Usa em sua prática profissional diversão e arte.


Define-se minimalista e existencialista, escreve ao sabor do estado d’alma; lírica que só! Crê em dias melhores e vive entre dores e mais amores”. 30, pela Livraria Da Vila, à Al. Nele, Paula Valéria retrata poemas criados de 2009 a 2016. Do título, “Amores”, se cita ‘à poesia, a percepção da autora diante o mundo de outros autores e as fusões de suas vivências íntimas e amorosas’. “Líquidos”, traz na frase, ‘a simbologia plena da filosofia de Zygmunt Bauman’. “Cenas”, são ‘referências, http://blogboacomida70.affiliatblogger.com/14700424/qual-m-quina-de-costura-adquirir-primeiro , fotografias, sombras, contornos e imagens das vivências das relações’. Com bonito acabamento gráfico, cada poema é ilustrado por um dos artistas visuais convidados: Bete Nobrega, Celso Gitahy, Simone Siss e Guto Lacaz (que também assina o projeto gráfico).


E ainda tem caricatura de Paulo Caruso e fotografia de Marcelo Navarro. No lançamento, sarau com leitura dramática e presença de inúmeros artistas que participam do livro, e também exibição musical da poeta e cantora Branca Lescher, com Edinho Almeida ao violão. Paula Valéria de Andrade tem 17 obras publicadas, entre poesia, antologias, livros infantis e didáticos.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *